quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Amar o Futebol é como amar o Justin Bieber.





Socialização...

Por esse motivo é perfeitamente aceitável o seu amor pelo esporte, ainda mais se formos considerar o tipo de emoção que ir a um estádio nos proporciona por exemplo. Mas vá com calma, se existem heróis para serem venerados, pois bem, os venerem, mas não os amem, porque eles não te amam. (talvez o super homem)

Se você sabendo disso não liga, é um direito seu, mas só porque é um direito seu, não faz com que futebol de fato tenha um sentido, e por esse motivo, falta de sentido, eu só não gosto. (Deu pra entender? lol)

Então vai toma no cu todo mundo que entra em depressão quando o time do coração perde, e ainda entram em discussões sem sentido por quem ganhou mais títulos como se aquilo fizesse muita diferença na vida.

Agora vocês podem dizer: nhe nhe nhe, mas Higor, você gosta de Videogame, isso pra mim também não tem sentido, ficar lá olhando pra tela, nada a ver isso cara.

É... ver um filme também não tem sentido, uma novela então.... alias, pra que acordamos? era melhor continuar dormindo. Mas sim, eu até discuto sobre um filme, jogo ou console que eu considere melhor ou pior, porque uma superioridade por uma das partes realmente existe, e se existe faz total sentido você querer provar a sua opinião. Se é uma questão de ponto de vista ou não, é justamente o que leva ao debate para uma conclusão do que de fato é verdade ou não. Logo se você entrar em um discussão sobre qual jogador é o melhor, ué... normal. (o que é um peido pra quem ta cagado)

Agora discutir por quem já ganhou mais títulos? (se querem comparar vamos comprar). Porra, é como se minha veia do pescoço pulsasse ao discutir com alguém sobre que empresa vendeu mais placas de vídeo em 1980, ou seja, algo completamente inútil e sem sentido que pelo menos comigo, nunca vai acontecer. Porem eu não duvido que aconteça por ai, porque sei la... parece que as pessoas tem uma necessidade de ter que venerar alguma coisa, ter tipo um amor platônico por algo ou alguém.

PORRA... vai AMAR (SE MATAR) por algo que você possa DE FATO ter motivos pra se gabar, ou algo que você realmente possa gostar e conseguir, e não o Justin Bieber carai... Tem noção que o amor sentido por aqueles que choram pelo futebol se iguala a paixão das menininhas de 13 anos que idolatram loucamente o Restart ou qualquer outra coisa do gênero?

Mas isso é interessante. Sabe porque o amor pelo futebol existe e vai sempre continuar existindo? Porque ele começou sem nunca sofrer nenhum tipo de preconceito, e a midia renova essa paixão a cada momento, fazendo o favor de nós pregar essa informação como se fosse a verdade absoluta.

Digamos que passe na TV depois da novela, jogador x VS jogador y, um controlando a Chum lee e outro a Mai, dai a chum lee perde e eu fico de mal humor dando fora em todo mundo. -CARALIOS- Agora consegue perceber o quão idiota é o amor pelo futebol? Não, não estou sendo preconceituoso com games, mas digo que o futebol ao passar na tv deve ter a mesma falta de importância na sua vida, como o game teria se passasse.

E definitivamente, debater, gostar é uma coisa, tomar as dores é outra completamente diferente. Acontece muito, seja por parte de fanboys ou por parte de torcedores fanáticos. Ambos são sem noção, e como eu sempre falo, é na transição do gostar para 'se matar' (com ou sem aspas) que as coisas começam a perder o sentido.

Futebol tem um motivo, não um sentido. Não chore por ele, isso te faz uma pessoa idiota.

4 comentários:

aivilana disse...

Tem um selo no meu blog pra vc!
Acho que você aborda uns temas bem legais, isso chama a atenção. :)

beijos!

Jota disse...

Ah mano concordo. Essas cooisas são somente entretenimento, nada mais que isso. O que vale é amar a Deus sobre todas as coisas #FicaADica


Enquanto ao post: revisa ele antes de postar ok? Senti falta de alguns pontos.

abração!

Allan Penteado disse...

Concordo plenamente, por que será que as pessoas necessitam amar (se matar rs) por algo? seja por futebol, games ou cantores, não dá pra simplesmente gostar, usar como passatempo, ou distração? Tem que ser ídolo? tem que amar? fazer Declaração? Bom, eu odeio tudo isso, não sou fã de ninguém e nem de nada.

Iuna disse...

Eu como atleta sei o quanto qualquer esporte faz sentido, nos somos uma família e não pense que agente não liga para quem está torcendo por nós. Saber que existem pessoas que choram com agente a cada derrota ou vitória nos da vontade de lutar até a ultima gota de sangue e suor que circula em nosso corpo. E porque não ser loucamente insensato afinal o amor é fanático, devemos sentir tudo o mais forte possível. A vida é uma coisa intensa, por isso acredito que não importa para quem ou o que nos damos esse amor o importante mesmo e senti-lo e se pudermos amar muito mais; ai sim descobriremos o quanto vale e faz sentido o futebol e justin bieber.
PS: vc escreve muito bem. Não pense que nos atletas ou pessoas famozas somos seres que vivem numa bolha e não se importam com as pessoas lá fora, vcs dão vida para nos.bjos