domingo, 7 de novembro de 2010

Aconteceu Comigo. Laço de morte




Antes de começar devo dizer que não frequento nenhuma igreja, tão pouco sou seguidor de alguma religião. Sei que se não tenho plena fé no seu Deus, também não posso me dar o direito de rogar por ele, ou simplesmente dizer seu nome em vão, como por costume muitos fazem. Levo isso realmente a sério e me policio para que não aconteça. 

Com relação aqueles que acreditam no divino, e aqueles que tentam explicar o inexplicável de forma palpável, acabei chegando a conclusão que nesse mundo cheio de verdades extremamente questionáveis, o mais sensato, por mais que não pareça, seria sim manter minha opinião em cima do muro. Afinal tudo que sabemos até hoje sobre Deus e ciência, foi nos passado através do conhecimento humano. Para a maioria acreditar em um ou outro é muito fácil e até comodo. Se manter em cima do muro que é perturbador. 

O que vou contar começou em um típico domingo na casa da namorada, em que meio que por obrigação, acompanhei ela e seus pais até a igreja para assistir o culto/missa, sei lá...

Chegando lá tinha um lance de quem estava indo pela primeira vez, ter que se apresentar e depois ir la na frente ouvir umas palavras do pastor. Então em meio a chamada dos novatos, enfim chega minha vez. Lá foi eu. E chegando até o pastor de, de uma forma bem realmente bem direta, ouvi dele algo que realmente não esperava. Segundo ele existia um laço de morte na minha vida para aquele dia, ou para algum dia, não lembro bem. Acho que ele quis dizer que se eu não estivesse ali naquele dia, alguma coisa iria acontecer comigo. Então ele começou a rezar para mim algo como: "Sai capeta.." com um outro ajudante meio que me escorando pelo braço como se eu pudesse desmaiar a qualquer momento. E na hora eu pensei "ROLICHIT UTAFOKI?"


Depois desse dia, não fui mais a nenhuma igreja, apesar da curiosidade de ouvir o que outro pastor poderia me dizer sobre o ocorrido.

Passado alguns meses após esse episódio, ontem dia dia 06/11/10, estava no ônibus voltando da casa da namorada, pensando sobre coisas da vida com a testa encostada na janela, como sempre costuma acontecer quando eu pego o buzão. E em meio esse momento de auto reflexão, já estava com uma sensação estranha, até porque antes de sair da casa dela, nós meio que havíamos brigado. E no meio de tantos pensamentos, acabei pegando no sono, como também é de costume acontecer. Porem dessa vez isso fez com que esse que vos escreve passasse do ponto. E isso acabou acarretando no meu encontro com um grupo de senhoras após ter saltado...

Explico:

Depois que passei do ponto, saltei e atravessei a pista para pegar um ônibus de volta pra casa. Foi ai que percebi um grupo de senhoras. E meio que sem querer acabei encarando uma delas, mas logo desviando o olhar. Após isso, já parando esperando o ônibus, as senhoras passaram por mim novamente, mas então percebi que ali onde eu estava não era o ponto. Fui caminhando até passar por elas mais uma vez, e até notei que uma olhou para trás assustada conforme eu me aproximava. Acreditei a principio que a causa do susto foi o lugar muito escuro, que beirava a pista, e sem ninguém além delas e eu. Pouco mais a frente tinha mais umas três ou duas, que também foram ultrapassadas por mim enquanto caminhava em direção ao ponto. Ao passar, elas também meio que olharam para o lado assustadas, porem eu não estranhei e até presumi que isso fosse acontecer, afinal estava andando rápido e devido as condições do local, se eu fosse elas, também olharia receoso quem estaria se aproximando.

Enfim no ponto, perco o primeiro 684 que passa direto ignorando o meu sinal. Com isso, logo em seguida o grupo de senhoras me alcança novamente. E uma delas, a que encarei no momento anterior, olha para trás cruzando novamente o seu olhar com o meu. Cheguei a pensar: mas porras, será que estou no lugar errado de novo?

Ok, volto a olhar para frente aguardando o bendito. Olho para o lado novamente e pra minha surpresa as senhoras estão voltando em minha direção. Pensei novamente: Sabia, como boas senhoras vão me avisar que o ônibus não para aqui, e dizer que é um lugar perigoso ou algo do tipo.




Não estava errado, foi realmente por minha causa que elas voltaram, mas infelizmente não foi exatamente pelo motivo que eu havia imaginado. Voltaram sim, para me darem o aviso que nada tinha a ver com ônibus e ponto. Voltaram para me avisar que na minha vida existia/existe, nada mais nada menos do que um laço de morte.

Chegaram bem perto de mim, que estava sozinho no ponto, e logo a mulher que eu havia encarado disse: Meu filho, posso rezar por você? você aceita uma oração nossa? Uma outra complementou: Meu filho na sua vida hoje existe um laço de morte, não saia. - Respondi explicando que estava voltando para casa, e que já deveria estar la se não tivesse dormido no ônibus. Uma delas disse: "Ai... viu..." dando a entender que isso teria acontecido, por um fim. Então deram continuidade dizendo que se alguém me chamasse para algum lugar, eu não deveria ir, pois naquele dia, na minha vida existe uma coisa muito ruim. Então falaram mais: Duas disseram que havia um anjo da morte me rodeando, e que sentiram isso quando passei por elas. A que ficou olhando ainda comentou o fato de termos nós encarado, dando a entender que voltou também para eu não pensar que era apenas algo pessoal.

Após uns 2 minutos de conversa, eu aceitei que elas rezassem por mim sem nenhum problema, afinal só eu sabia que já era a segunda vez em que ouvia tal premonição. Então numa situação não mais constrangedora por falta de gente na rua, elas me rodearam; colocando uma das mãos sobre  minha cabeça logo começaram a rezar. E assim ficaram por mais ou menos um minuto. Quando pararam, se despediram, e falaram para eu tomar cuidado. Com gentileza, eu agradeci a atenção e também me despedi delas, que voltaram a seguir o seu caminho.

Logo após elas irem, ainda processando tudo que tinha acontecido, percebo um casal no ponto que havia chegado em quanto as mulheres rezavam. O casal assim como as senhoras aparentavam estar voltando de uma igreja. Olharam estranho para mim, provavelmente imaginando o que poderia ter acontecido para ter originado aquela oração no meio da rua. Noto que eles iriam pegar o mesmo ônibus que eu, porem quando um finalmente parou para nós que fizemos sinal em conjunto, eles não entraram. LOL imaginem agora vocês, fiquei me sentindo o próprio demonho. 

"Cheguei em casa e logo estranhei que ao falar com meus pais eles não me ouviam. Mas percebi que eles estranharam e olharam, quando a porta abriu e eu entrei. Fiquei la tentando me comunicar imaginando o que teria acontecido, enquanto eles ainda comentavam o estranho fato da porta ter aberta sozinha. A porta abriu sozinha eles disseram. Já com uma ideia do que teria acontecido, não sentia nenhum tipo de desespero relacionado a minha aparente morte. Afinal eu estava ali me sentido bem, percebendo tudo e todos como se nada tivesse acontecido. Sentia apenas uma melancolia, e uma enorme pena por bem provavelmente nunca mais poder falar com eles, meus pais que estavam ali na minha frente. E pensei também na dor que minha mãe sentiria ao saber da noticia, e se ela ao menos saberia, ou se teria ao menos algo pra ela saber. Pois eu sentia como se nunca tivesse existido para eles. "

continuando....

Cheguei em casa sem nenhum problema, e hoje, dia 7/11/10 venho aqui comentar com vocês esse fato que me ocorreu, e que considero ser no mínimo muito estranho. Aproveitando para perguntar a opinião de vocês, sobre o que acham disso tudo. Seria tudo coincidência, ou não?

Me questiono sobre isso: se foi só tudo coincidência ou não. Vocês podem pensar: mas como assim você ainda se questiona se foi coincidência? já aconteceu duas vezes! Eu explico: É porque acredito que pessoas da igreja principalmente, se deixam levar por emoções e aparências. Emoções como a do medo que as senhoras sentiram por pensar que eu poderia ser algum bandido, somada a um pré julgamento feito por elas, com relação a minha aparência. Que no dia se resumia a um casaco com capus, um par de brincos, olheiras e uma cara cansada devido ao meu maior vício que são videogames e internet.

Sim sim, tenho cara de drogado. É.. é verdade, sempre ouvi isso e estou acostumado a ver pessoas que julgam mesmo sem conhecer. E isso também explica o porque do pastor ter dito aquilo pra mim no dia em que fui a igreja. Imagino eu que nesse dia como estava de camisa, que deixava aparecendo um pouco da tatuagem, mais brincos e olheiras... Ele deva ter feito o julgamento dele como homem normal e não como um mensageiro de Deus. E acabou me falando aquilo para me impressionar de alguma forma, tentando assim me converter, mudar, salvar. Assim como as senhoras que provavelmente pensaram que eu estava esperando o ônibus para ir em uma casa de show que tinha bem próximo do local.

E quando penso acreditando em tudo o que foi me dito, chego as seguintes conclusões:

laço de morte? comigo? não faço mal a uma mosca. Por que Deus? mas também penso que bem provavelmente ele não seja o responsável por esse laço, talvez ele só queira me avisar e proteger. Se ele não é responsável só me resta uma opção que é essa mesmo que vocês devem estar pensando. Deve ser coisa dele. Por que? não faço a mínima idéia e não me preocupo muito com isso, pois tenho noção do meu caráter e sei que se eu peco, é por questionar a igreja e Deus com a minha forma de pensar.

Eu acredito que certeza nessa vida, é uma coisa que poucas vezes vamos ter. A maioria apenas escolher no que acreditar com base no que outras pessoas falam e é mais confortável e conveniente para elas. Ai pronto, tudo vira milagre.


A maioria das pessoas vestem a camisa mas não colocam em pratica o que aprendem na igreja. Por que será? Simples, acreditar é muito fácil. Como eu sempre digo: se você nascer na selva pensando que seu Deus é um macaco, ira crescer acreditando nisso. Para você sua religião é tudo, mas para outras pessoas, outro país, outra cultura ela pode não significar nada. E se numeros te ajudam a dar certeza em que acreditar,deve ficar complicado definir que nação, que povo, que cultura no fim estaria certa... Alguém no fim estaria muito errado, afinal criador do céu e da terra eu imagino que só tenha um. Ou existem níveis de céu? tipo primeira classe pra quem errou menos em terra?!

Acreditar em Deus, Biblia? Como chegaram a conclusão que a Biblia e toda a história de Deus e Jesus é real? Pensem: Foram homens assim como você e eu que te fizeram acreditar. Ciência? acreditar nisso ou naquilo, pense, questione. São apenas homens assim como você e eu te fazendo acreditar. Você não é obrigado a acreditar.

Segundo a bíblia Jesus já veio a terra provando a sua existência. (eu não lembro) Se foi verdade quem estava la na época realmente se ferrou. É, sou do tipo que precisa ver para crer. Mas confesso que fico sempre com um pé atrás, o que significa que para o bem ou para o mal, não quer dizer que eu não tenha medo de ficar sozinho no escuro.

Muitas pessoas pregam com a maior certeza do mundo de que o que dizem é verdade, porem na hora de por em pratica não seguem tão a risca. Vejo o caso da minha namorada e da mãe dela que uma pessoa totalmente voltada para igreja. Quer que a filha siga o caminho da igreja, se converta, mas não olha para os erros dela mesma. Não entende que cada um tem o seu tempo, e por querer que a filha siga a risca o que a igreja manda, acaba gerando assim conflitos, que fazem do convívio delas um verdadeiro inferno. Que irônico não?

10 comentários:

Ana disse...

Olha, li o seu relato e acho meio complicado que isso seja verdade. Não sigo nenhuma religião, mas acredito muito no espiritismo e creio que essas coisas de fato existam. Mas...você disse que foi num culto/missa, que não sabia direito o que era, e pela forma como relatou, me parece que foi parar naquelas igrejas evangélicas onde o pastor expulsa o demônio do corpo. Como era seu primeiro dia, o pastor fez com vc o que todos os pastores tentam em suas igrejas para que vc se torne um fiel: disse que se não estivesse ali hoje algum ruim iria lhe acontecer, algo ruim como a morte. Dito isso, se você fosse uma pessoa um pouco mais suscetível às opiniões do pastor, teria começado a frequentar a igreja assiduamente.
Já quanto às senhoras que te disseram isso, provavelmente saídas de uma igreja como essa, se impressionaram com a sua aparencia e devido ao local ermo e resolveram rezar por ti. Existem beatas que não podem ver ninguem com olheiras que já saem rezando.
Mas é lógico que isso serve pra ficar com uma pulga atrás da orelha. Do jeito que eu sou medrosa acho que iria num padre exorcista pra me livrar do mal!rs
Parabéns pelo blog!

http://curtatemporalidade.blogspot.com

Jota disse...

É muito simplista acusar o pastor de algo quando não temos uma explicação - tudo bem que o número de fiéis na igreja é desejado por muitos, mas isso tudo que aconteceu não tem uma explicação lógica.

Eu poderia dizer pra você que Deus te livrou duas vezes da tal morte. Vigia com quem tu andas, os lugares que frequênta e coisas desse tipo.

Deus usou várias pessoas pra falar contigo. Espero que vc não acredite naquilo que as igrejas pregam, mas sim naquilo que Deus fala em sua palavra: "vocês vieram para que tenham vida, e vida em abundância", isso tudo ao lado do Criador!

Lisandra Lavigne disse...

Aaaa mais eu admito não li tudo o/ somente ate a parte em que a (morte apareceu e me levou para conhecer Koema) me prendeu ate ai, o resto eu sei que era mais alto explicativo e algumas coisas que você queria comentar, eu também não tenho religião, ou melhor, tenho todas, eu participo de tudo e tenho um só deus,não sou de freqüentar igrejas, não sou muito de aceitar o que dizem quando eles também tem pecados, e não gosto de me prender a nada, gosto de liberdade de espressao, de sentir, de ser, mas respeito e quando convidam também vou, sou meio espírita, budista, católica, protestante, judaica, sou tudo em só coisa a FÉ, e uma coisa que você falou e concordo é o fato das pessoas que são de igrejas são mais sensíveis a essas coisas, alias todos nos temos um ligação com a Morte não somos eternos um dia iremos morrer, só que as pessoas acreditam que só pessoas velhas morrem e não é isso, podemos morrer a qualquer momento e hora, ao meu ver o que elas sentiram foi sim uma presença, mas não de anjo de morte isso é simbologia, o que sentiram foi sim presença de alguém que te acompanha, todos temos sejam eles maus ou bons e eles evoluem ou interferem na nossa vida a medida que nossos sentimentos vão brotando se você pratica o mal só terá o mal ao lado se pratica o bem so terá o bem, mas você tem cara de meio termo e sua maldade pelo visto não é de fazer mal a ninguém, é mais um raiva, um ressentimento coisa do tipo. Bem gostei do texto a narrativa ta ótima consegue prender o leito, parabeeeeeeeeeens

Beijos to seguindo =D

Nathy disse...

Faço minhas palavras a do Jota! ;)

Abraços!

Rudson Aiko disse...

Cara, você é uma pessoa muito critica, não tem nenhum problema nisso. Mas, você questiona demais tudo o que vê, e um dia tudo, TUDO vai acabar e você não sabe ao certo pra onde vai.
Outra coisa, sou evangélico, e todos nós, eu e você, somos pecadores, nascidos do pecado e temos defeitos. Eu não sou santo, mas busco por santidade. Se eu só me preocupasse,com o erros dos outros, ai sim..minha vida não teria sentido algum.
O mundo hoje é do jeito que é...se preocupa com coisas fúteis, é pq o principe desse mundo é o Diabo (joão 14:30)...e nós (eu e vc) não somos desse mundo...nós fomos criados para o Criador, para estarmos um dia ao lado dEle (Deus).
Eu não sei se isso tudo faz sentido pra você...mas o vazio que existe dentro de você, as duvidas, só irá acabar quando você aceitar JESUS em sua vida...e o que acontece no Reino de Deus, não é pra ser entendido, mas obedecido.
Um grande abraço. Fica com Deus.
PS: Depois que você aceita-lo, me avisa. Vc vai ver a diferença acontecer.!

Marcos disse...

Já aconteceu algo parecido comigo, não levei muito a serio o que eu ouvi. Mas sei lá vai de cada um ter suas crenças, afinal cada um tem seu ponto de vista baseado no que apredeu a vida toda. Eu simplesmente não acredito que um pastor tenha respostas sobre a minha vida, mas essa é uma opinião minha, pode ser que outras pessoas pensem de maneira diferente.

Abraço a todos!!

Rodrigo disse...

Deus para mim é o Universo

Isso só aconteceu com você por causa da sua aparencia FATO
Se você fosse sem olheira sem brinco de terno para igreja eles não iam falar nada

Queria falar mais coisas mais você mesmo já se explicou no post

Anônimo disse...

eu tenho 13 anos, e eu sinto as mortes antes dela acontecer,eu sei q muitos vão me criticar e dizer q eu so quero aparecer + quem dera fosse,eu vivo entrando em sites pra tentar entender oq acontece comigo,nem um dos meus amigos acreditam em mim e minha mãe acha q eu assisto muitos filmes de terror + ñ eh isso, eu vejo es espiritos desde os 2 anos de idade e ja fui parada na rua por pastores e espiritas q dizim sentir presenças do meu lado e eu sabia q era verdade!!!!

Higor disse...

Deixa eu adivinhas.... e seu nome é samara?

Blackassia disse...

Assunto muito complicado esse,mas vou dar minha opinião espero que comprenda.Fiz parte de uma dessas religiões por muito tempo e acontece que muitas das vezes as pessoas que estão no altar falam para se aparecer ou pq sentem isso mesmo...mas essa não é a questão né quando se trata de coisas que a gente não ve ou senti normalmente não se tem uma explicação lógica.
Existem muitos tipos de pessoas com diferentes tipos de sensibilidade então pela minha lógica isso significa que pode ser que não seja pra vc e a morte não precisa ser A MORTE de fato,apenas representa as coisas que terminam como sentimentos ou coisas assim pra vc ou pra pessoas que convivem com vc.
Espero ter sido coerente.Bjs